quarta-feira, 1 de julho de 2009

Marcel Mauss- As técnicas do Corpo

Marcel Mauss- As técnicas do Corpo
I – Noção de técnica do corpo
- Modo de andar dos EUA são disseminado pelo cinema na França: há uma educação do andar, da posição das mãos.
- "Habitus": Variam em indivíduos, sociedade, educações, conveniência, modar prestígios
- Tríplice ponto de vista do homem total: Fisiológica, Psicológica e Sociológica
- Imitação como um ato que se impõem de fora
- Ao observar os Maori com o jeito não natural com que anda, conclui que inexiste um andar natural entre adultos
- Ato técnico, físico e mágico-religioso confundem-se para o agente.
- Modos de agir: técnicas do corpo: ato tradicional, eficaz: ato de ordem mecânica – homem difere-se do animal pela transmissão de técnicas.
- Corpo: primeiro e mais natural instrumento do homem.
- Adaptação constante a um objeto físico, mecânico ou químico (quando bebemos, por exemplo): Série de atos montados, pelo indivíduo, e nele mesmo, por sua sociedade: "Tudo em nós é imposto".

II – Princípio de Classificação das Técnicas do Corpo
- As técnicas dividem-se e variam por sexos e idades:
1) Técnicas dos homens diferem-se das técnicas das mulheres (2 sociedades): Fisiologia, Psicologia e Sociologia em um trabalho mútuo
2) Variação das técnicas do corpo conforme as idades: divisão presente em todas as sociedades (por exemplo: a posição agachada está presente nos atos dos adultos de todas as sociedades com exceção da nossa)
3) Classificação da técnica do corpo com relação ao rendimento: Adestramento (busca de aquisição de rendimento à técnicas normais humanas do adestramento humano); senso de adaptação de seus movimentos bem coordenados à objetivos ("habitus").
4) Transmissão da forma das técnicas: Educação física, em todas as idades e sexos, são modos de adestramento e imitação – ensino das técnicas.

III – Enumeração biográfica das técnicas do corpo:
1) Técnicas do nascimento e da obstetrícia: Coisas que consideramos normais, como o parto deitado, não são à outros. As técnicas do parto promovem o reconhecimento da criança
2) Técnicas da infância: Criação e alimentação da criança (ex: transporte da criança, desmame e após o desmame)
3) Técnicas da Adolescência: Momento decisivo; - apreendem as técnicas que conservarão durante toda a vida adulta
4) Técnicas da idade adulta:
a) Técnicas do Sono: Deitar na cama não é algo natural. Há uma distinção entre sociedades que dormem sobre algo e as que dormem no chão.
b) Técnicas de Repouso: Distinção entre sentado e cócoras.
c) Técnicas da atividade e do movimento: Ausência de repouso – coisas que para nós parecem naturais são históricas
d) Técnicas de cuidados com o corpo; e) técnicas do consumo; f) técnicas de reprodução (posições sexuais); g) técnicas de medicação do anormal (ex: massagens).

IV – Considerações Gerais
- Em toda parte há montagens físico-psico-sociológicas de série de atos habituais e antigos na sociedade, montados pela autoridade social e para ela.
- Em toda sociedade todos sabem e devem saber aprender o que fazer em todas as condições
- Causa sociológica nos fatos: princípio de exemplo e ordem
- Fatos psicológicos: engrenagens não causais, exceto no momento da criação – possibilidades psíquicas das mais diversas raças e povos frente a fenômenos biológicos e sociológicos.
- Educação: adaptação do corpo ao uso das técnicas – seleção em vista de um rendimento determinado
- Graças à sociedade que há uma intervenção na consciência, que dá firmeza aos movimentos e domínio do consciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário